Domingos Pellegrini e a nova literatura II

Durante a mesa redonda que participou na I Bienal do Livro de Curitiba, dia 02/09, o escritor paranaense Domingos Pellegrini reforçou o que havia dito em entrevista a este blog sobre as possíveis mudanças na literatura para este milênio.  Pellegrini acredita que o livro vai “mestiçar”, mas entende que alguns princípios são imutáveis e continuarão orientando a produção literária: a percepção, a composição, a singularidade e a comprovação – além do talento, que continuará sendo determinante. O autor entende que os “novos” formatos renovam os antigos, mas não os abandonam totalmente. Por conta disso, o escritor do novo milênio precisaria ter o cuidado para não cair na “radicalização” do novo e tampouco estacionar na “tradicionalização”. A possível solução seria, portanto, inovar dentro da tradição. E o futuro continua sendo imponderável e imprevisível.

Anúncios

0 Responses to “Domingos Pellegrini e a nova literatura II”



  1. Deixe um comentário

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s




Pasquim no Twitter

Erro: o Twitter não respondeu. Por favor, aguarde alguns minutos e atualize esta página.


%d blogueiros gostam disto: